A Folha de São Paulo obteve mais duas decisões favoráveis em ações de indenização ajuizadas por seguidores da Igreja Universal do Reino de Deus que alegaram se sentir ofendidos com a reportagem “Universal chega aos 30 anos com império empresarial”, de autoria da repórter Elvira Lobato, publicada em dezembro de 2007.

O juiz Luiz Felipe Lück Marroquim, do Juizado Especial da Comarca Cível de Apodi (RN), extinguiu ação movida por Manoel Francisco da Silva. Segundo o juiz, o texto “não cita o nome de Silva, não o descreve nem reproduz a sua imagem”.

O juiz Douglas Bernardes Romão, de Juara (MT), também extinguiu ação movida por um fiel, por entender que ele não era parte legítima. Com essas decisões, o jornal já obteve 51 sentenças, todas favoráveis, de um total de 101 ações de indenização.

Fonte: Folha de São Paulo