Duas testemunhas foram ouvidas pela Justiça Federal de São Paulo nesta quinta-feira (26), no julgamento dos fundadores da Igreja Renascer Estevam e Sonia Hernandes, acusados de crimes de evasão de divisas e falsidade ideológica. Não há previsão para a sentença.

As testemunhas foram ouvidas pelo juiz da 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo Fausto De Sanctis, informou a assessoria de imprensa da Justiça Federal.

A acusação do Ministério Público Federal refere-se ao episódio em que o casal de líderes da Renascer tentou entrar nos EUA com dólares escondidos em malas, um porta-CD e uma Bíblia.

Em janeiro de 2007, ao chegarem ao aeroporto de Miami, os bispos e o filho deles foram revistados e foram encontrados US$ 56 mil. O casal já foi condenado pela Justiça americana e cumpriu pena em regime fechado e aberto. Eles retornaram ao Brasil em agosto deste ano.

A audiência teve início ontem, quando dois bispos da Renascer falaram sobre os antecedentes do casal, detalhando atividades sociais e comunitárias dos réus.

Fonte: Folha Online