Recuperando-se de uma contusão no joelho direito, o meia-atacante brasileiro Kaká, do Milan, afirmou, em declaração publicada hoje pelo jornal italiano “La Gazzetta dello Sport”, que não agüenta mais ser “saco de pancadas”.

O jogador evangélico, que passou por uma ressonância magnética na última segunda-feira, deixou a partida contra o Livorno, no último domingo, no intervalo, com dores no local. O exame não constatou nenhuma lesão grave, apenas uma contusão forte.

“Eu estou virando um saco de pancadas e não sou o único. Os árbitros têm que fazer alguma coisa”, afirmou o brasileiro, pedindo punição aos defensores que têm abusado das faltas para marcá-lo em campo.

De acordo com o jornal “La Gazzetta dello Sport”, Kaká deve voltar a jogar apenas no dia 4 de março, quando o Milan enfrenta o Arsenal pela Copa dos Campeões. Assim, ele ficaria de fora de duas partidas pelo Campeonato Italiano.

Fonte: Terra