O meio-campista brasileiro Kaká, do Milan, da Itália, afirmou que deseja se tornar pastor evangélico depois de encerrar a carreira como jogador de futebol. A revelação foi feita pelo craque brasileiro à revista americana “GQ”.

Eu gostaria muito, mas será um longo caminho. É preciso estudar teologia, fazer um curso, se aprofundar na estudo da Bíblia”, disse o jogador.

Kaká freqüenta a Igreja Renascer em Cristo. A igreja, fundada por Estevam Hernandes e por sua mulher, Sônia, ficou mais conhecida com a prisão de seus dois líderes, em Miami, por tentarem entrar nos Estados Unidos com uma quantia em dinheiro maior do que a permitida, em dezembro de 2006.

Recentemente, Kaká disse que em função de sua religião casou virgem com a sua esposa, Caroline. “Sou um jovem normal com valores fortes. Sou religioso, seguindo a confissão evangélica, e tento viver seguindo os preceitos da Bíblia”, afirmou.

“Optamos por chegar castos ao casamento. A Bíblia ensina que o amor verdadeiro é alcançado apenas com o casamento, um laço de sangue no qual a mulher perde a virgindade. Para nós, a primeira noite foi magnífica”, disse o jogador.

O jogador é favorito para ganhar “A Bola de Ouro”, tradicional prêmio concedido anualmente pela revista “France Football” ao melhor do mundo e também ao prêmio de melhor jogador do planeta dado pela Fifa.

Kaká se tornou favorito a ganhar estes prêmios depois de ser o principal responsável pelo título da equipe italiana na Copa dos Campeões da temporada passada, tendo marcado dez gols no torneio.

Fonte: Folha Online