Caroline Celico está grávida de Isabela, segundo filho do casal evangélico. Na última sexta, Kaká fez 29 anos.

[img align=left width=300]http://e.imguol.com/esporte/futebol/2011/04/23/montagem-de-kaka-e-sua-mulher-caroline-1303578710348_300x300.jpg[/img]Mero espectador na final da Copa do Rei na última quarta-feira, o jogador evangélico Kaká ganhou uma chance de José Mourinho neste sábado e não desapontou. Como o treinador escalou o Real Madrid principalmente com reservas, o meia brasileiro atuou como titular e marcou duas vezes na goleada por 6 a 3 sobre o Valencia. O segundo foi um golaço. Na comemoração, ele homenageou a mulher Caroline Celico, grávida de seu segundo filho. Higuaín, com três gols, foi o nome do jogo. Jonas também foi bem pelo Valencia.

A partida, válida pelo Campeonato Espanhol, aconteceu no estádio Mestalla, em Valência, mesmo palco do título da Copa do Rei, conquistado com vitória por 1 a 0 sobre o Barcelona. Os jogadores do Valencia seguiram a tradição e formaram um corredor para parabenizar os atletas do Real na saída do vestiário.

Kaká fez o terceiro gol da partida, aos 38min do primeiro tempo. Benzema puxou contra-ataque e tocou para Higuaín. O argentino, então, deu a assistência perfeita para Kaká. O brasileiro colocou a bola sob a camisa e homenageou a mulher, que está grávida de Isabella, segundo filho do casal (Luca é o primogênito).

Na etapa final, Kaká fez mais um, aos 16min, ampliando a vantagem do Real para 6 a 1. E foi um golaço. Pouco antes, o Valencia havia descontado com gol de Soldado após boa assistência do atacante Jonas, ex-Grêmio, que ainda fez o segundo gol com belo chute de primeira. Jordi Alba foi o autor do terceiro.

Mas com Kaká e Higuaín inspirados, os anfitriões não tiveram chance. O atacante argentino não perdoou. Além de dar a assistência para o brasileiro, ele fez três gols e infernizou a defesa do Valencia. No final, foi substituído por Cristiano Ronaldo, poupado por Mourinho. Benzema anotou o outro gol do Real.

O técnico do Real quis preservar a equipe para as semifinais da Liga dos Campeões. Nesta quarta-feira, a equipe merengue começa a disputar uma vaga na decisão com o arquirrival Barcelona. O duelo de volta será na semana seguinte.

No Espanhol, a vantagem do Barcelona ainda é confortável. O Real Madrid chegou aos 80 pontos, cinco a menos que o time catalão, cujo jogo da atual rodada acontece ainda neste sábado, diante do Osasuna. Depois deste fim de semana, restarão cinco rodadas (15 pontos em disputa).

[b]Fonte: UOL[/b]