A Igreja Batista localizada na Avenida Francisco Vilela, no Centro da cidade de Barra Mansa, no Rio de Janeiro, foi roubada na furtada de ontem. A porta lateral do templo e três portas no interior foram arrombadas.

Cerca de R$ 20 mil, em espécie, que seriam referentes ao dízimo pago pelos fiéis, foram levados pelo bandido, ou bandidos. Segundo o inspetor que periciou o local, provavelmente quem praticou o crime conhecia bem o espaço da igreja e pôde agir rapidamente e sem enganos. Um membro da igreja foi quem percebeu que a porta havia sido arrombada e comunicou às autoridades.

Segundo o pastor da igreja, César dos Santos Thomé, 42 anos, antes da efetivação do furto o estabelecimento já havia sofrido três tentativas. Na primeira delas, de acordo com o pastor, a pessoa teria arrebentado o cadeado do portão principal e utilizado um banheiro que fica nos fundos, defecando em todo o ambiente. Na segunda tentativa, a pessoa teria novamente arrebentado um cadeado e passado a noite no local.

Ainda de acordo com as informações fornecidas pelo pastor, na última tentativa o possível bandido teria ido mais longe, tentando arrombar a porta que dá acesso ao interior do templo, mas sem sucesso. “No domingo eu até avisei sobre os fatos aos fiéis e pedi para que tomassem cuidado, pois me preocupei que algumas pessoas ficassem sozinhas no templo e fossem atacadas por esse bandido. Não sabemos quem é o responsável por esses atos, temos que nos prevenir”, disse.

Não houve testemunhas dos fatos. A polícia está investigando o crime, mas ainda não há suspeitos. O pastor César afirma que não acredita que algum membro da igreja possa ter sido responsável pelo crime, mas salienta que cogita a hipótese de alguém ter se feito passar por fiel para poder conhecer a rotina da igreja. “Não conhecemos todas as pessoas que vêm aqui. É possível que alguém tenha fingido ser fiel pra conhecer o nosso espaço”, confirma.

Fonte: A Voz da Cidade