Um crucifixo bizantino feito de ouro e pedras preciosas e avaliado em 25 milhões de euros (cerca de R$ 64 milhões) foi roubado à mão armada de dentro de uma igreja na cidade de Tournai, cem quilômetros ao sudeste de Bruxelas.

Segundo a prefeitura da cidade, assaltantes armados entraram na Catedral Românica na manhã de segunda-feira, um horário em que o local histórico está aberto para receber fiéis e visitantes.

Eles renderam turistas e clérigos “com violência” e quebraram os vidros blindados das vitrines onde estavam o crucifixo e alguns objetos de valor do século 17, que também foram levados.

Feito de placas de ouro, pérolas e 48 pedras preciosas, o crucifixo tem um seguro no valor de 25 milhões de euros para cobrir as ocasiões em que é retirado da vitrine blindada –durante ofícios religiosos.

A peça faz parte das jóias da Catedral de Notre Dame, em Paris, e chegou a Tournai no início do século 13, oferecida como presente de agradecimento pela ajuda prestada pela cidade aos cruzados durante a queda de Constantinopla.

Acredita-se que tenha sido elaborada entre os séculos 8 e 9 e que contenha uma relíquia da primeira cruz de Jerusalém.

A prefeitura de Tournai assegura que o crucifixo é tão conhecido que sua venda será praticamente impossível.

Fonte: BBC Brasil