O Parlamento português aprovou nesta quinta-feira a nova lei que descriminaliza o aborto durante as primeiras 10 semanas de gestação.

A iniciativa foi aprovada com o apoio do Partido Socialista (PS), do Partido Comunista Português (PCP), do Partido Verde, do Bloco de Esquerda e de 21 deputados do conservador Partido Social Democrata (PSD).

Os portugueses decidiram, em plebiscito realizado em 11 de fevereiro, descriminalizar o aborto, embora uma abstenção de mais de 50% tenha obrigado o Governo a levar a questão ao Parlamento.

Fonte: EFE