“A canção, como há que se imaginar, não é nenhuma “pérola do cancioneiro evangélico”; não passa de um forrozinho popularesco, de rimas pobres e métrica ruim. O que me incomodou mesmo não foi tanto a letra em si, mas o tom sarcástico e zombeteiro da gravação.”

Leia o artigo completo clicando [url=http://www.folhagospel.com/htdocs/modules/soapbox/article.php?articleID=499]aqui[/url].

Leon Neto é mestre em musicologia pela Universidade de Campbellsville e Doutorando em Pedagogia Vocal pela Universidade Shenandoah. Atualmente atua como professor no departamento de Louvor na Liberty University.

Contatos: cinemusica@folhagospel.com