Reagindo ao noticiário que envolve a seita “Jesus A Verdade Que Marca”, seu líder, o “pastor Araújo”, recorre ao site que construiu recentemente na rede mundial de computadores (Internet) para se defender.

Em alguns textos, Araújo ataca a mídia e às autoridade.

Em um dos textos, embora tente explicar as ações do movimento, “pastor Araújo” acaba admitindo possíveis erros, como comprova trecho de um dos textos, “Aguardem em breve nossas confissões de culpa e o nosso pedido de perdão sincero, acompanhados de maiores esclarecimentos, quanto aos equívocos, que apesar dos nossos erros, os quais já compreendemos pelo poder do Espírito Santo, que nos convence do pecado, da justiça e do juízo. Equívocos não esclarecidos causaram um grande estrago entre o povo de Deus”, explica.

Atualmente, cerca de 60 pessoas de Rio Preto estão em poder da seita, no sul de Minas Gerais. Esses adeptos foram aliciados na cidade por “pastores” nomeados por Araújo. Famílias que tiveram pessoas levadas pela igreja, já pediram ajuda a diversos órgãos.

O promotor de Justiça Antônio Ganancin Filho determinou uma investigação rigorosa para identificar o aliciados contratado pela seita. A Polícia Civil já iniciou as investigações.

Fonte: Rio Preto News