O presidente da Liga italiana de futebol, Antonio Matarrese, anunciou a criação de uma comissão ética de consulta sobre o mundo do futebol e disse que convidou o Vaticano a participar.

O convite, segundo Matarrese divulgou no site católico Petrus, foi feito ao secretário do Estado vaticano, cardeal Tarcisio Bertone.

“O futebol se confiará à Igreja”, disse Matarrese a Petrus, um meio de comunicação muito próximo ao pontificado de Bento XVI.

“Depois dos trágicos atos de domingo passado (que resultaram na morte de um torcedor da Lazio) estamos constituindo com dirigentes, jornalistas e forças de segurança um órgão de consulta sobre o mundo do futebol, ao qual convido a fazer parte o secretário de Estado do Vaticano, cardeal Tarcisio Bertone”, disse.

“Com o cardeal Bertone nasceu uma sincera sintonia, então considero muito oportuno receber seus sábios conselhos para sair dessa fase crítica que está atravessando o futebol italiano”.

Na quarta-feira, em meio a grandes tensões, uma multidão se despediu em Roma de Gabriele Sandri, torcedor da Lazio morto por engano por um policial no domingo em uma rodovia que une a capital italiana a Milão.

O autor do disparo, o agente Luigi Spaccarotella, é acusado de homicídio voluntário, após as perícias balísticas efetuadas terem revelado que ele atirou com ambas as mãos na arma, o que leva à hipótese de intenção na hora do crime.

Fonte: Ansa