“Jesus de Nazaré”, livro escrito pelo papa Bento 16, atingiu tiragem de 1,5 milhão de cópias, com edições impressas na Itália, Alemanha, Eslovênia, Grécia, Polônia, Estados Unidos e Grã-Bretanha, além de outras traduções em andamento.

As informações sobre venda são da editora Rizzoli, que foi encarregada pela Livraria Editora Vaticana de gerir os direitos em todo o mundo.

No momento, estão em preparação 30 traduções da obra e 42 editoras já assinaram acordos de reprodução.

A edição francesa de “Jesus de Nazaré”, publicada pela Flammarion, foi apresentada hoje em Paris, na sede da Unesco. O evento teve apoio da Conferência Episcopal Francesa.

É o primeiro livro publicado por Joseph Ratzinger depois que se tornou o papa Bento 16. O cardeal Carlo Maria Martini disse que Bento 16 quis transformar o texto em uma discussão autêntica.

“Não será fácil para um católico contradizer o que está escrito neste livro”, disse o cardeal Martini, lembrando que Joseph Ratzinger se preocupa em ancorar a fé cristã nas suas raízes hebraicas.

O livro vai ser lançado no Brasil pela editora Planeta em breve.

Fonte: Folha Online