A música gospel tem dado bons resultados para a indústria fonográfica que passa por uma crise e queda de vendas devido a pirataria e aos downloads ilegais

Ao diminuir o número de vendas de CDs e DVDs esse fatores também prejudicam redes de lojas que passam a faturar menos com a venda desses artigos, a solução de muitas lojas está sendo investir em artistas evangélicos e católicos e anunciar em suas portas que há esse tipo de música sendo vendida em suas dependências.

Hoje muitas lojas de CDs possuem um aviso logo na entrada anunciando aos interessados pela música gospel que ali há CDs do tema sendo vendidos. Além disso grandes redes de supermercados e lojas de varejo possuem uma prateleira exclusiva para promover os artistas evangélicos. Uma vez que esse setor foi menos atingido pela pirataria, sendo o público que mais consume produtos originais.

A música gospel tem salvado o mercado brasileiro, por esse motivo não é raro ver canções evangélicas servindo de fundo musical em diversos estabelecimentos, mostrando que sim, a música gospel ganhou o gosto popular. Outra prova desse aceitamento pela parte da população está no espaço dado pela Rede Globo ao segmento, promovendo no final do ano o Festival Promessas, evento que reuniu nove grandes nomes da música gospel nacional.

Recentemente a gravadora Aliança começou a vender a coleção Louvores Inesquecíveis em grandes lojas varejistas como a rede Extra Híper. Nessa coleção formada por 10 CDs estão 160 músicas de clássicos da década de 70, 80 e 90. Para atrair o público a gravadora desenvolveu um display para promover a série, destacando nas lojas cada um desses produtos.

Quem circula por grandes lojas como o Extra Híper percebe que os títulos evangélicos não só de CDs como também de livros tem sido destacado entre as gôndolas, mostrando ao público que as redes estão oferecendo produtos segmentados, que atraem não só aqueles que são convertidos como também o público que aprecia a música cristã.

[b]Fonte: Gospel Prime[/b]