O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje, no programa semanal de rádio “Café com o Presidente”, que além da integração energética e social, a América Latina precisa integrar-se religiosamente. Ele informou que conversou sobre o assunto com o papa Bento XVI.

“Conversei com o papa sobre a necessidade da integração religiosa na América Latina, porque a Igreja Católica na América Latina também tem um peso muito importante. Nós estamos, já há algum tempo, falando em integração da América Latina, integração cultural, integração social, integração energética, integração de ferrovia, tudo. É importante que haja uma integração religiosa”, afirmou.

Para Lula, a realização da 5ª Conferência Geral do Episcopado da América Latina e do Caribe, em Aparecida (SP), contribui “para que se tenha mais harmonia na região”.

Na quinta-feira passada, quando encontrou-se com o papa, o presidente disse que buscará manter no Brasil um Estado laico, ou seja, separado da Igreja. No programa de rádio, Lula afirmou que o Estado laico é a melhor forma de respeitar todas as manifestações religiosas existentes no país.

“É importante que a gente tenha sempre como princípio aqui no Brasil respeitar as mais diferentes religiões existentes. Tem muitas religiões no Brasil. Nós precisamos conviver com todas elas da forma mais respeitosa e mais democrática possível. Portanto, eu estou convencido de que o Estado laico é uma garantia da sustentação democrática também para o Brasil”, observou.

Depois de cinco dias de visita ao país, o papa Bento XVI embarcou ontem à noite para o Vaticano.

Fonte: Valor Online