Madonna, a pessoa mais famosa entre os seguidores da Cabala, estaria a ponto de abandonar esta corrente esotérica judia, descrita por alguns como uma seita à qual a cantora se uniu em 1997, segundo publica neste domingo o jornal britânico The Independent.

Segundo fontes ligadas à rainha do pop, Madonna teria decidido se distanciar do movimento devido ao peso financeiro que este representa, mas, principalmente, pelas conseqüências que acarreta para sua família.

No entanto, uma porta-voz da cantora assegurou que a notícia é falsa.

O envolvimento de Madonna nesta corrente teria causado tensões com o marido, o cineasta Guy Ritchie, e teria exercido pressão sobre seus dois filhos, Lourdes e Rocco, que, por exemplo, não podem comemorar o Natal como todos seus colegas de escola.

Financeiramente, Madonna teria destinado milhões de libras esterlinas à Cabala, movimento fundado pelo rabino Philip Berg.

Como Madonna, outras estrelas se somaram a esta corrente, entre elas a atriz Demi Moore e a cantora americana Britney Spears.

Fonte: AFP