A crise de fé pela qual Madre Teresa de Calcutá passou foi a responsável por transformá-la e purificá-la, disse hoje em Calcutá a sucessora da religiosa à frente da congregação Missionárias da Caridade na Índia, irmã Nirmala.

“Esta foi a forma que Deus encontrou para guiar Madre Teresa”, disse Nirmala à imprensa após acender velas no túmulo da religiosa, por ocasião do 97º aniversário de seu nascimento.

Antes, a freira e suas companheiras da congregação assistiram a uma missa na capela localizada no primeiro andar do edifício onde fica a sede do grupo.

“Encaro isto como um adicional para ela”, disse uma velha amiga da freira, Sunita Kumar, à agência de notícias indiana “PTI”. “Isto prova suas virtudes heróicas. Quando rezamos, não pedimos a Deus e às vezes nos sentimos decepcionados?”, questionou Kumar, citando também Buda.

As dúvidas de Madre Teresa em relação à fé foram reveladas pela primeira vez há cinco anos, quando algumas de suas cartas foram publicadas no “Jornal de Reflexão Teológica”, que circula entre os clérigos católicos.

Agora, estas cartas aparecem no livro “Mother Teresa: Come Be My Light” (“Madre Teresa: Venha Ser Minha Luz”, em tradução livre), escrito pelo padre canadense Brian Kolodiejchuk, um dos defensores da canonização da religiosa albanesa.

Fonte: EFE