O parlamentar não irá apoiar Dilma Rousseff, contrariando seu partido político que é da base aliada do PT.

O senador Magno Malta (PR-ES) se colocou à disposição de seu partido para disputar a vaga de Presidente da República Federativa do Brasil, mas a decisão do Partido Republicano foi outra.

Agora Malta irá fazer campanha para o pastor Everaldo Pereira, candidato do PSC. “Tinha deixado claro desde o início para a cúpula (do partido) que se o caminho fosse governo, meu caminho seria outro”, disse o senador.

Enquanto o PR irá apoiar a reeleição da presidente Dilma Rousseff, Magno Malta irá percorrer o país acompanhando o vice-presidente do Partido Social Cristão.

“Vou percorrer o Brasil todo com Everaldo. Os evangélicos se juntam para tomar porrada dos outros, mas não se juntam para eleger as pessoas. Isso tem que mudar”, adiantou.

O posicionamento do senador capixaba é bem parecido com as propostas apresentadas pelo pastor Everaldo, incluindo a defesa da família tradicional, a não descriminalização do aborto e a redução da maioridade penal.

[b]Fonte: Gospel Prime[/b]