Discutida, combatida, aclamada, a maior casa de prece muçulmana da Alemanha acaba de ser inaugurada. Alguns temem o excesso estrangeiro, outros vêem chances de integração. Consenso: é o prédio mais bonito da cidade.

Marxloh, na cidade de Duisburg, é considerado local de tensão social. Longas filas de prédios de tijolo vermelho-escuro atravessam o bairro onde, a cada três nomes nas portas das casas, um é estrangeiro. A maior mesquita do país levou três anos e meio para ser construída aqui e sua inauguração foi neste domingo.

O edifício de arenito claro dá uma impressão agradável. As pontas douradas das cúpulas, adornadas com meias-luas, dão brilho à paisagem marcada pela poeira do carvão mineral. Como uma fortaleza, o minarete de 34 metros de altura domina a vista da cidade, apenas superado pelas chaminés aposentadas, resquícios da antes próspera paisagem industrial da região do Vale do Rio Ruhr.

Fonte: Folha Online