Uma grande reunião de oração na África do Sul está marcando a história da região. Mais de 1,7 milhão de cristãos se uniram no último final de semana para interceder pela nação que ainda sofre com a má administração das leis e perseguição contra os cristãos.

[img align=left width=300]https://thumbor.guiame.com.br/unsafe/smart/media.guiame.com.br/archives/2017/04/24/1517845010-.jpg[/img]Os sites registram o evento como “a maior reunião de oração registrada na África”, com tantos sul-africanos se ajoelhando em Bloemfontein, para orar pelo país. A intercessão contou com cidadãos ??de todas as raças, cores, culturas e denominações.

“O dia de oração destina-se a todos os sul-africanos, seja homem ou mulher, seja qual for a raça e denominação que estejam preocupados com a malícia, o ódio, a violência, o assassinato e a corrupção no país”, diz Angus Buchan, o organizador do evento.

“Estamos cansados ??das pessoas tomarem a lei em suas próprias mãos. Vamos clamar ao Senhor para trazer justiça, paz e esperança à nossa amada África do Sul”, disse Buchan em um comunicado em seu site.

O convite para a grande reunião surgiu quando um vídeo do WhatsApp alcançou muitas vidas com um clamor desesperado de Buchan para que algum líder espiritual na África do Sul pudesse intervir e organizar um evento desse tipo.

Quando Buchan publicou o vídeo nas mídias sociais, ele recebeu 1,8 milhões de respostas em poucas horas. Ele é bem conhecido por seus sermões de televisão e pelo movimento popular, “Faith like Potatoes” (O Fazendeiro de Deus), baseado em seu livro de mesmo título.

Apesar do número oficial de participantes ainda não ter sido publicado, estima-se que pelo menos 1,7 milhões de pessoas fizeram parte da oração e muitas fotos do dia já foram publicadas.

[b]Fonte: Guia-me[/b]