Não é fácil manter a igreja em crescimento e ainda secretamente, mas os cristãos maldívios conseguem; por mais perigoso que seja, eles aceitaram o desafio de servir a Cristo.

[img align=left width=300]https://www.portasabertas.org.br/images/1120054/4751997/07-maldivas-dia-a-dia.jpg[/img]Centenas de cidadãos maldívios decidiram se juntar ao Estado Islâmico, recentemente, fazendo do país o maior colaborador estrangeiro de combatentes extremistas. Especialistas em terrorismo dizem que a situação é preocupante, já que a população é relativamente pequena. Eles alertam que o perigo pode começar quando esses soldados decidirem voltar para casa.

Mais de 100 hotéis ou resorts de luxo já são considerados como “alvos” de futuros ataques. A população conta com ações do governo para proteger o país. Enquanto isso, a igreja luta para manter os discipulados e treinamentos de forma secreta, o que tem feito a igreja crescer sem chamar a atenção.

Não é fácil manter a igreja em crescimento e ainda secretamente, mas os cristãos maldívios perseveram. Por mais perigoso que seja, eles aceitaram o desafio de servir a Cristo, mesmo sabendo que essa decisão é uma questão de vida ou morte. Em suas orações, interceda por eles.

[b]Fonte: Portas Abertas[/b]