Cerca de mil pessoas manifestaram-se este domingo em Roma a favor da manutenção dos crucifixos nos locais públicos. A ação foi saudada pelo Papa Bento XVI que, no final da oração Ângelus, destacou o “valor religioso, histórico e cultural” do símbolo cristão.

A manifestação foi convocada pelo Movimento do Amor Familiar, mas rapidamente conquistou a adesão de outras associações e comunidades de Roma. A abrir a marcha surgia um cartaz com o lema: “O amor ao crucifixo, símbolo da fé e da fraternidade universal, é o símbolo da arte das culturas italiana e européia”.

Os manifestantes contestavam a decisão do Tribunal de Estrasburgo, que, no início do mês, considerou que “a exibição obrigatória do símbolo de uma determinada religião nas instalações utilizadas por autoridades públicas e especialmente nas escolas” restringe os direitos dos pais na educação dos filhos “em conformidade com as suas convicções”.

Fonte: Correio da Manhã – Portugal