Cerca de 1,2 milhão de pessoas participaram nesta quinta-feira (22) da Marcha para Jesus, que acontece una zona norte de São Paulo, segundo estimativa da Polícia Militar. Já os organizadores falam que 5,5 milhões acompanharam o evento, que é promovido pela igreja evangélica Renascer em Cristo, ao longo do dia.

A expectativa inicial dos organizadores era de reunir até 4 milhões. A Marcha começou na praça da Luz com a avenida Tiradentes. De lá, os evangélicos seguiram à praça Campo de Bagatelle pela avenida Santos Dumont.

O jogador Kaká, do Milan da Itália, e a dançarina baiana Carla Perez participaram do evento em trios elétricos. A ex-prefeita de São Paulo e ministra do Turismo, Marta Suplicy (PT), por sua vez, foi vaiada durante discurso no evento.

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), também participou da Marcha e afirmou que a próxima edição deve ocorrer no autódromo de Interlagos, na zona sul de São Paulo.

‘Existe um estudo da prefeitura para transferir o evento para o autódromo de Interlagos em 2009. Acredito que até o ano que vem já vai haver uma estação de metrô próxima ao autódromo.’

O prefeito disse ainda que, ‘infelizmente’, nas últimas décadas, a cidade não se preparou para receber eventos da magnitude dos que vêm ocorrendo.

Trânsito

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) preparou um esquema especial com interdições e desvios devido ao longo do trecho da Marcha. Até as 23h de ontem, houve interdição total, em ambos os sentidos, da praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira e avenida Santos Dumont.

Apóstolo

O apóstolo Estevam Hernandes, marido da bispa Sônia Hernandes participou da Marcha para Jesus por meio de um telão instalado na avenida Santos Dumont. Ele falou com o público direto de Miami.

Hernandes conversou e orou com o público por cerca de 20 minutos a partir das 17h30, mas não falou sobre sua condenação. O apóstolo foi bastante aplaudido.

Segundo o bispo Júlio César Savani, um dos organizadores do evento, o casal vai participar de uma nova Marcha para Jesus, agora em Miami, marcada para o dia 14 de junho.

O casal foi condenado em agosto de 2007 pela Justiça norte-americana pelos crimes de conspiração e contrabando de dinheiro. Eles tentaram entrar nos Estados Unidos com US$ 56 mil e declararam à Alfândega que não portavam mais de US$ 10 mil cada um.

Fonte: Folha Online

Veja mais sobre a marcha acessando: www.marchaparajesus.com.br