A “Marcha para Jesus” reuniu cerca de cinco mil evangélicos pelas ruas de Corumbá nesta quinta-feira (11), feriado em Mato Grosso do Sul. A caminhada organizada pelo Conselho Regional de Ministros Evangélicos e a Prefeitura de Corumbá já faz parte do calendário de eventos da cidade.

Os religiosos realizaram três pontos de adoração durante a passeata: uma na rua Dom Aquino, outra na 13 de Junho e outra na Delamare e seguiram para o Porto Geral onde acontece o show com o ícone Gospel David Quinlan.

Para o pastor Cláudio Dias, da 3ª Igreja Batista de Corumbá este é um momento de fé e reflexão, “é uma demonstração da presença de Deus em nossas vidas é a união do povo de Jesus”, declara.

O pastor da igreja Presbiteriana Renovada do Brasil Moacir Sgorlon secretário do Conselho de Pastores, disse que esta marcha representa a paz para os evangélicos, que hoje crescem a cada dia em Corumbá.

“A necessidade ou a própria situação está fazendo com que o povo se volte para Deus. Este Deus que tem abençoado tanto a nossa cidade”, afirmou enfatizando que o evento já está consolidado no município, “exemplo disso é a parceria com a Prefeitura que incluiu o evento no calendário festivo e tem ajudado na sua realização”, destacou.

Show

O cantor David Quinlan se apresenta no palco do Porto Geral. Ele é referência como ministro de louvor gospel do Brasil. De origem irlandesa, naturalizado brasileiro, é o principal precursor no Brasil do movimento conhecido como “Adoração” (Worship Movement) — estilo musical e de vida que tem ganhado espaço entre os cristãos.

Seu ministério no Brasil começou mentoreado pelo casal de missionários carismáticos norte-americanos, Dan e Marti Duke, para quem trabalhou como ministro musical e intérprete. Oito anos mais tarde, foi enviado por seus líderes para prosseguir em seu trabalho de forma independente, passando, assim, a chefiar o Ministério “Fogo e Glória”, depois chamado “Paixão, Fogo e Glória”.

Quinlan, que costuma viajar por diversas cidades brasileiras a desenvolver seu ofício eclesiástico, é uma das figuras que mais repercutiu, ainda que indiretamente, no comportamento dos músicos e dos jovens evangélicos brasileiros da atualidade.

Fonte: Midiamax