O site da BBC publicou uma matéria em que abordava sobre o crescimento das “igrejas” voltadas para os que praticam o homossexualismo, as chamadas “igrejas inclusivas”.

Sem citar uma fonte de pesquisa confiável, a reportagem diz que atualmente no Brasil as “igrejas” de gays tem cerca de 10 mil membros e que segundo os líderes dessas igrejas, esse número deve dobrar nos próximos cinco anos.

A matéria afirma também que as igrejas evangélicas expulsam aqueles que praticam o homossexualismo, sendo portanto as “igrejas inclusivas” uma espécie de refúgio para os excluídos.

Segundo o site [url=http://holofote.net/chute-materia-da-bbc-diz-que-igreja-evangelica-gay-tem-10-mil-adeptos-no-brasil/]Holofote.net[/url], a matéria mais parece fazer apologia às tais “igrejas inclusivas” do que um jornalismo sério.

Ao se dizer que existem cerca de 10 mil membros nessas igrejas, sem mostrar pesquisas e dados estatísticos concretos, baseando-se apenas no “chutômetro”, fica evidente que o objetivo da matéria parece ser mesmo dar uma ajuda à causa, ataca o site.

O site Holofote.net chama de aberração a afirmação da BBC de que os homossexuais são expulsos da igreja, esclarecendo que o que ocorre com os homossexuais é que ao serem descobertos, eles mesmos, ou por vergonha ou por outro sentimento, acabam se afastando da igreja.

O site encerra a crítica com a seguinte mensagem: “Fato é que aquele que buscar a libertação em Jesus, alcançará o perdão e a transformação. Aquele que conhece a Verdade mas procura subterfúgios para continuarem em suas práticas pecaminosas rejeitam conscientemente o poder libertador do Sangue de Jesus.”

[b]Fonte: Holofote.net[/b]