Dois casais de mexicanos se casaram na noite desta segunda-feira, 29, em Buenos Aires, segundo os ritos da Igreja Maradoniana, que venera o ex-jogador Diego Armando Maradona.

O dia escolhido para o casamento não podia ser mais propício: o aniversário do ídolo, que amanhã, dia 30, completa 47 anos, data que os fiéis maradonistas consideram como “o Natal do ano ’47 d.D’ (depois de Diego Armando Maradona)”.

As mulheres, com vestido branco, e os homens, com ternos com o número “10” do ídolo bordado nas costas, jurarão amor eterno em uma celebração que não conta com nenhum valor legal, segundo explicou hoje à Efe Julián Chavero, um dos organizadores da cerimônia.

“É algo simbólico, parecido com uma cerimônia católica, mas adaptada à nossa religião”, explicou Chavero. Os namorados, todos oriundos da cidade mexicana de Veracruz, e com idades entre 22 e 25 anos, aproveitarão as férias na Argentina para realizar o casamento.

Os dois casais, Adrián Alejandro González e Olivia Pozos, e Mario Adolfo Martínez e Emma Natalia Trujillo, serão casados por um dos fundadores da Igreja Maradoniana, que fará as vezes de sacerdote e entregará as alianças.

Após a cerimônia, os namorados se unirão aos demais fiéis para comemorar o “Natal”, em um jantar que culminará à meia-noite, quando Maradona completará 47 anos. “Por enquanto, somos entre 120 e 150 pessoas, mas no último momento sempre aparecem mais”, assegurou Chavero.

Durante a celebração, serão projetadas imagens da carreira de Maradona e serão realizadas apresentações musicais e sorteios. Será rifada ainda uma camisa assinada pelo jogador argentino Lionel Messi, que é membro da igreja.

Durante a comemoração, também será projetado um vídeo que Maradona gravou especialmente para a igreja, informaram os organizadores. Este é o primeiro casamento maradoniano de caráter internacional, já que os dois anteriores foram entre argentinos. A Igreja Maradoniana foi fundada em 1998 e conta atualmente com mais de 80 mil fiéis em sessenta países.

Fonte: EFE