Milhares de palestinos não conseguiram entrar em Jerusalém nesta sexta-feira para participar na segunda oração de sexta-feira do ramadã, por causa do bloqueio total imposto pelo Exército de Israel.

Desde o início da manhã, milhares de palestinos seguiam para o posto de controle de Qalandya, entre Ramallah e Jerusalém, com o objetivo de atravessar o mesmo para ter acesso à Esplanada das Mesquitas na cidade sagrada.

Porém, o posto, que em período normal só libera a passagem de palestinos com permissões especiais, estava fechado, já que Israel decretou o bloqueio total dos territórios palestinos por temer um ataque durante a festa religiosa judaica do Kipur, entre a noite de sexta-feira e sábado à noite.

O Exército israelense mobilizou reforços ao redor do posto de controle para evitar qualquer incidente. Por meio de alto-falantes os militares pediram aos palestinos que deixassem o local.

O bloqueio total, que entrou em vigor na madrugada de quinta-feira para sexta-feira, prosseguirá em vigor até a manhã de domingo.

Fonte: AFP