A agressão sexual foi a principal causa de atendimento em serviços de referência de violência cometida contra adolescentes, segundo pesquisa do Ministério da Saúde feita em 84 unidades de atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em 37 municípios do País.

Dos 2.370 registros de violências contra adolescentes, 1.335 foram por agressões sexuais, o que representou 56,3% dos atendimentos. Os registros abrangeram a faixa etária que vai dos 10 aos 19 anos de idade.

Depois da violência sexual, estão as agressões morais (49,9%) e físicas (48,3%), em terceiro lugar, seguidos das negligências ou abandono (12,6%) e financeiras (1,4%). De acordo com técnicos do Ministério da Saúde, parte das vítimas sofre mais de uma agressão ao mesmo tempo.

A agressão sexual também foi a principal causa de atendimentos a crianças com idade entre 0 e 9 anos notificados pelos serviços de referência de violências. De acordo com as informações, dos 1.939 registros de violências contra crianças, 845 foram por agressões sexuais, o que representa 43,6% dos atendimentos.

Fonte: Terra