Mendonça Filho, Ministro da Educação - 2017
Mendonça Filho, Ministro da Educação - 2017

Nesta quarta-feira (20) o presidente Michel Temer homologou a nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC) sem os textos que tratavam sobre a orientação sexual e questões de gênero.

O ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), confirmou a mudança no texto e disse que a decisão foi tomada para evitar polêmicas em torno do tema.

“A base é plural, respeita as diferenças, respeita os direitos humanos, não há nenhuma prisão à ideologia de gênero ou coisa parecida. Não ficamos presos ao debate estéril que muitas vezes é tomado por ideologias radicais”, disse o ministro na cerimônia de homologação do documento no Palácio do Planalto, em Brasília.

Várias versões foram elaboradas pelo Conselho Nacional de Educação até chegar em um projeto que evitasse possíveis debates ideológicos sobre o tema.

Além de comentar a retirada do tema ideologia de gênero na nova BNCC, Mendonça Filho confirmou um orçamento de R$ 100 milhões que serão utilizados para a implantação da base em parcerias com estados e municípios. Além das escolas públicas, escolas particulares de ensino infantil e fundamental também usarão o documento.

A proposta do MEC é que com esta nova Base a educação do Brasil se torne uma das melhores do mundo em termos de igualdade. A expectativa é  o processo de implantação seja completado em todas as escolas até 2020.

Fonte: JM Notícia