Cerca de 45 mil pessoas acompanharam ontem a missa solene em homenagem a Nossa Senhora celebrada no Santuário Nacional de Aparecida (167 km de São Paulo). A missa foi presidida pelo bispo de Crateús (CE), dom Jacinto Furtado de Brito Sobrinho, que pediu à padroeira que “estenda o seu olhar sobre o Brasil”.

“Tem tantos brasileiros que não têm o necessário para comer, não têm moradia digna, não têm emprego, não têm educação satisfatória. São presas da violência que precisam de paz e de segurança”, declarou Sobrinho.

Até o meio-dia, cerca de 165 mil pessoas haviam passado pelo Santuário Nacional de Aparecida, de acordo com a assessoria de imprensa.

Dom Jacinto também lembrou o compromisso da Igreja Católica com a defesa da vida e contra métodos como o aborto e a eutanásia. O bispo de Crateús pediu a Nossa Senhora que perdoe os “atentados” contra a vida que, de acordo com ele, são resultados da “ganância e do fanatismo”.

Além das homenagens à padroeira do Brasil, o Dia das Crianças também foi lembrado durante a cerimônia, com a leitura de artigos do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). Foi feito ainda um apelo pela recuperação e preservação do rio Paraíba do Sul, onde a imagem de Nossa Senhora foi encontrada, em 1717.

Fonte: Folha de São Paulo