Os missionários brasileiros José Dilson e Zenaide Moreira Novais são acusados de tráfico de crianças, desvio de menores e formação de quadrilha.

A polícia do Senegal prendeu no começo de outubro os missionários brasileiros José Dilson (foto) e Zenaide Moreira Novais sob a acusação do Ministério Público de usarem um orfanato em Mbur para tráfico de crianças, desvio de menores e formação de quadrilha.

A APMT (Agência Presbiteriana de Missões Transculturais), dirigida por Dilson e sua mulher Marli, nega a acusação. Para o Ministério Público, contudo, trata-se de uma “Associação de Malfeitores para crianças”.

Senegal é um país africano com população de aproximadamente 14 milhões. A maioria é muçulmana. O tráfico de crianças para uso de pedófilos e outras finalidades é um grave problema no país.

Para a APMT, a prisão seria por motivo religioso, porque é acusada de evangelizar as crianças. Marli disse que seu marido foi obrigado a assinar documentos (que supostamente legitimam as acusações) sem lê-los.

Os advogados da agência vão solicitar à Justiça um habeas corpus para que os missionários respondam as acusações em liberdade.

Marli disse que Dilson está preso com bandidos em uma cela que “não tem luz, água, nem cadeira para sentar”.

Ela admitiu que terá de fechar o orfanato e enviar as crianças para outras instituições.
[b]
Fonte: [url=http://www.paulopes.com.br/2012/11/Senegal-prende-brasileiros-sob-acusacao-de-trafico-de-criancas.html#ixzz2C0I97nG8]Paulopes[/url][/b]