Dois missionários que trabalham para a rádio cristã Transmundial (TWR, sigla em inglês), na África do Sul, foram encontrados na última sexta-feira, dia 26 de outubro, depois de sobreviverem a um seqüestro, “graças às orações”, disse a emissora.

Tudo começou na terça-feira, dia 23 de outubro, quando o casal suazilandês, Doug e Madeleen Schumacher, foi “seqüestrado em seu carro de maneira violenta” por pessoas armadas em Joanesburgo, informou a TWR.

“O casal tinha acabado de chegar de uma visita a outra família missionária quando um carro cheio de marginais parou atrás deles. Dois deles desceram e os forçaram a passar para o banco de trás do carro. Os dois ladrões sentaram no banco da frente e tomaram a direção, e nos 20 minutos seguintes ficaram falando para Doug e Madeleen que tinham a intenção de matá-los”.

Aparentemente, as pessoas que testemunharam o fato mandaram emails para a equipe da rádio Transmundial e para os amigos ao redor do mundo pedindo que “orassem pelo casal” enquanto outra emissora da Transmundial Africana procurava pelo paradeiro de seus colegas de equipe.

A importância das orações

O diretor do departamento de Recursos Humanos da Transmundial – África, Ray Alary, acredita que as orações surtiram efeito. “O homem que apontava a arma para eles disse: ‘eu ia matar vocês, mas obviamente há pessoas orando por suas vidas, então não vou fazê-lo’”.

Os bandidos deixaram o casal a 50 quilômetros de sua casa “sem nenhum ferimento e louvando a Deus por sua proteção”, informou a Transmundial em uma declaração monitorada pela BosNewsLife.

Ray disse à emissora cristã Mission Network News que Doug e Madeleen não foram as únicas vítimas. “Quando esses eventos ocorrem, traumatizam todas as pessoas que tomam conhecimento deles – todos os missionários que trabalham aqui. Por muitos meses, todo mundo se perguntará se é algo que pode acontecer consigo”.

Impacto nos projetos de evangelismo

Ray admite que os planos de evangelismo na região sofrerão algumas conseqüências por causa do que aconteceu. A região é uma das mais estratégicas para a TWR. “Em um momento inicial é provável que isso aconteça. Teremos que esperar por uma estabilidade novamente. É muito freqüente que tenhamos que esperar até as coisas voltarem ao normal, antes de colocarmos alguns planos em ação”.

Ray pede também que os cristãos “orem para que as coisas voltem ao normal rapidamente. E orem para que casos desse tipo não ocorram novamente – que Deus nos proteja disso”.

Assassinatos, seqüestros e assaltos a bancos cresceram na África do Sul, que já tem um dos mais altos índices de assassinatos do mundo, de acordo com os dados do Serviço de Polícia Sul-Africano, publicado pela agência de notícias Reuters.

O índice de assassinatos cresceu 2,4% no período entre março de 2006 e março de 2007. Houve 19.202 assassinatos neste período, comparado com 18.528 ocorridos nos 12 meses anteriores.

Fonte: Portas Abertas