Quatro membros do ministério Gospel for Asia (GFA) que foram presos enquanto exibiam um filme sobre a vida de Jesus no dia 28 de março já foram libertados da prisão, mas sem que antes eles pudessem compartilhar o evangelho com aqueles que os prenderam.

Os quatro foram presos na sexta-feira (28), em Madya Pradesh, com base em uma falsa acusação de que estariam forçando as pessoas a se converterem ao cristianismo. Os homens estavam exibindo um filme sobre a vida de Jesus Cristo.

A polícia bateu nos missionários depois que eles foram mantidos sob custódia. Entretanto, durante a primeira noite deles na prisão, os oficiais perguntaram ao grupo se podiam assistir ao filme sobre a vida de Cristo!

Mudança de hábito

Os missionários mostraram o filme alegremente em uma sessão pessoal na delegacia, que contou inclusive com a presença do superintendente do distrito de polícia.

Depois do filme, os missionários explicaram o evangelho aos oficiais e fizeram uma oração por eles. Como resultado, houve uma óbvia mudança nas atitudes daqueles policiais.

Eles ficaram mais sinceros com os missionários e os trataram de forma bondosa.

Os quatro homens da equipe da GFA foram soltos sob fiança no dia 1 de abril e o tribunal prometeu que todo seu equipamento de exibição do filme seria prontamente devolvido.

Enquanto os missionários estavam na prisão, um grupo de 30 pastores cristãos e líderes se reuniram com um alto oficial que representa esta área de Madhya Pradesh junto ao governo central.

Os líderes cristãos compartilharam as preocupações deles em relação à perseguição de cristãos e o oficial os assegurou que levaria o assunto ao Parlamento indiano.

Líderes cristãos no Estado estão agradecendo a Deus pela graça maravilhosa e pela resposta de oração neste caso. Eles também pedem oração para que Deus dê aos missionários dessa equipe a graça e a disposição para enfrentar novos desafios, para que eles possam cumprir à risca a missão confiada pelo Senhor.

Fonte: Portas Abertas