FG News: EXPOCRISTÃ (São Paulo) perde batalha judicial para EXPOCRISTO (Curitiba). Confira entrevista

Postado em: 24-03-2009 Durante quatro anos foi travada uma batalha jurídica entre as duas maiores feiras cristãs do Brasil, a EXPO CRISTÃ (situada em São Paulo, também com versão no Rio de Janeiro chamada Rio Cristã) e a EXPOCRISTO (situada em Curitiba no Paraná e com proposta para se estender para Campo Grande no Mato Grosso do Sul).

A EXPO CRISTÃ requeria os direitos sobre a marca EXPOCRISTO e consequentemente o fechamento da feira, isso devido a patente da EXPO CRISTÃ já ter sido requerida e por terem nomes e finalidades semelhantes. Por outro lado a EXPOCRISTO teve seu nome criado e sua feira iniciada antes mesmo da EXPO CRISTÃ obter a patente do nome, na época, a feira paulista se chamava FICOC, porém, a feira curitibana ainda não havia requerido a patente para seu nome.

Devido a essa soma de fatores as duas maiores feiras Crist√£ voltadas para o comercio e entretenimento Crist√£o se enfrentaram na justi√ßa por quatro anos, longe dos olhares do p√ļblico Crist√£o que por todo esse tempo frequentou as referidas feiras sem ao menos saber o que acontecia por tr√°s delas. A briga judicial resultou em algumas ‚Äúfarpas‚ÄĚ entre a organiza√ß√£o das duas feiras, chegando ao ponto em que a diretoria de uma ter sido convidada a se retirar da feira ‚Äúconcorrente‚ÄĚ.

O processo foi finalizado neste meio do m√™s de Mar√ßo de 2009. Ap√≥s a EXPO CRIST√É perder duas inst√Ęncias, o INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) concedeu oficialmente e definitivamente a patente de EXPOCRISTO para a feira de Curitiba.

Procurada pela redação do Gospel+, Marisa Lobo, coordenadora geral da EXPOCRISTO, concedeu uma entrevista exclusiva falando a respeito do processo, como foi a tramitação, sua opinião e como ela será agora que a vitória na justiça está confirmada. Você pode conferir está entrevista abaixo e em seguida a documentação que comprova a oficialização da patente da marca EXPOCRISTO para a feira curitibana:

Porque a EXPOCRISTÃ decidiu processar a EXPOCRISTO?

O que os motivou realmente n√£o sabemos. O processo aconteceu em 2006, eles pediram tutela antecipada da marca EXPOCRISTO, proibindo nossa feira de existir, n√≥s sa√≠mos da EXPOCRISTO aquele ano com pouca inadimpl√™ncia, mas t√≠nhamos algumas d√≠vidas, cheguei em casa e l√° estava a notifica√ß√£o, proibindo a nossa feira de existir e dando um prazo de 10 dias para defesa, consultei a empresa que cuidava de nosso pedido de marca, e eles cobrariam 10 mil reais para defesa, n√£o t√≠nhamos, ajoelhei no ch√£o e disse para Deus que se a feira fosse vontade absoluta Dele ent√£o que fizesse o milagre de nos arrumar um advogado, porque n√£o t√≠nhamos como pagar, na hora o telefone tocou era uma amiga minha, contei a situa√ß√£o ela me levou ate seu noivo que era nada mais nada menos que um Juiz aposentado que estava advogando, Dr. Noedir Bittencourt, ele pegou a causa e est√° nos defendendo at√© hoje, enfim ganhamos a causa em 1¬™ e 2¬™ est√Ęncia , conforme documento o INPI deu este ano a marca EXPOCRISTO, para nossa empresa.

Como vocês se sentiram? Chegaram a pensar em desistir do evento?

Humilhados e tra√≠dos, pois nesta feira de 2006 um vendedor da Expo Crist√£ ‚Äď Jorge era o Nome , esteve nos visitando, foi tratado como um rei, vendeu sua feira, visitei a nossa feira com ele , me convidou para ir at√© s√£o Paulo fazer o mesmo, fiquei feliz, e me surpreendi porque deu uma entrevista em v√≠deo, elogiando nosso trabalho, era a 2¬™ edi√ß√£o, nos sentimos lisonjeados, depois veio a noticia assim que cheguei em casa notifica√ß√£o extra-oficial e o conte√ļdo do processo, era difamador n√£o merec√≠amos isso, eles n√£o nos conheciam, nos condenaram sem ao menos nos conhecer e saber da nossa historia.

Como surgiu o nome EXPOCRISTO?

Bom, quando resolvi fazer a feira liter√°ria e fonogr√°fica crist√£, a feira do consumidor crist√£o EXPOCRISTO, n√£o conhec√≠amos feira alguma deste g√™nero, apenas os Gide√Ķes que √© o maior evento Crist√£o do mundo, eu trabalhava como apresentadora na rede Record /PR., era promoter rec√©m convertida (3 anos) fazia eventos grandes para prefeitura, resolvi largar tudo e trabalhar para Deus, era normal colocar minha experi√™ncia secular em pr√°tica no reino, contei para o meu pastor o meu desejo de fazer uma feira com produto crist√£os, ele ficou feliz achou uma grande sacada, come√ßamos colocar o projeto em pratica at√© que um pastor chamado Alex da IEQ , me falou da feira de S√£o Paulo a FICOC, quando fomos em 2004 na FICOC, j√° levamos material da EXPOCRISTO. Um amigo meu e do meu marido chamado Leomir, foi quem deu esse nome, na brincadeira, est√°vamos procurando um nome - isso foi em 2004 - no m√™s de fevereiro, n√£o pedimos a patente neste m√™s porque n√£o t√≠nhamos dinheiro mesmo e nem tinha muito conhecimento nesta √°rea confesso, registramos apenas o site, mas em seguida em outubro de 2004 pedimos junto ao INPI a marca EXPOCRISTO e o INPI aceitou.

Porque o processo correu em sil√™ncio, sem que nenhuma das partes divulgasse ao p√ļblico o que estava acontecendo?

Da nossa parte por quest√£o √©tica e porque est√°vamos esperando a decis√£o da justi√ßa, e Deus estava julgando nossa causa, agora , eles n√£o ficaram t√£o quietos assim, porque muitas empresas sabiam da pior maneiras poss√≠vel, alguma empresas nos desprezavam por isso, ag√ľentamos mudos, orando e trabalhando.

E agora com a vitória, como está a organização do evento depois desses 4 anos de luta na justiça?

Uma benção, Graças a Deus, matando um gigante por dia (risos), mas Deus tem nos honrado. Não é fácil, confesso, para ninguém fazer uma feira como esta, ainda mais tendo a cada dia que conquistar a credibilidade de pessoas que por influência deste processo nos acusaram, mas o sul (do Brasil) é maravilhoso, o Paraná a prefeitura de Curitiba tem nos apoiado, assim como os pastores e temos a melhor defesa, a verdade, Deus é nossa direção, enquanto estivermos na visão do Senhor, não temos medo de nada, porque se Deus é por mim, quem será contra mim? Essa não é só mais uma feira é nosso ministério, doamos estandes para ONGs, apoiamos artistas independentes, já somos referência - graças a Deus - no sul e no Brasil, por causa da nossa maneira de trabalhar. Não agradamos todos, é fato, mas a maioria com certeza, quem vem para EXPOCRISTO com Espírito não só comercial e sim de evangelismo também, sem esquecer do propósito de Deus para suas vidas, vende sim, e é muito abençoado.

A EXPOCRISTO pretende de alguma forma processar a ExpoCrist√£?

Olha, realmente n√£o sei , estamos pensando, mas se ganhamos na justi√ßa em1¬™ e 2¬™ est√Ęncia, se o INPI j√° deu nossa marca e ningu√©m pode tirar‚Ķ Sofremos muitas humilha√ß√Ķes tivemos preju√≠zos, e as palavras foram muito pesadas, depois todo mundo ficou sabendo, muitos nos criticando, perdemos clientes chorei muito‚Ķ e sem dever nada.

O que fariam?? Eu queria mesmo, é convidar o Berzin (idealizador da ExpoCristã), para vir palestrar em minha feira, porque acho ele um empreendedor especial, creio que o reino de Deus ganharia muito mais com isso..

√Č verdade que a equipe da EXPOCRISTO foi convidada a se retirar da ExpoCrist√£ 2007? Como aconteceu?

√Č verdade , meu marido e eu pessoalmente em 2006 e 2007 fomos convidados a nos retirarmos por seguran√ßas, n√≥s est√°vamos conversando com alguns clientes nossos, fechando estandes como fazem todas as feiras, √© pratica normal, como fizeram eles em nossa feira em Junho de 2006 - temos v√≠deos para provar- e com nossa aprova√ß√£o. Uma pessoa de sua equipe desacatou meu marido pedindo para se retirar, ele parou de fazer contatos mais eu n√£o, continuei, andavam atr√°s de mim, pedi para conversar com a diretoria para pedir permiss√£o, infelizmente ningu√©m quis nos atender, mas o Jorge (vendedor) tinha me autorizado, a partir do momento que esteve em nossa feira como falamos achei que n√£o teria problemas, nos chamaram at√© de ‚Äúcaras de pau‚ÄĚ, mas tinham outros eventos fazendo a mesma coisa, n√£o aceitei preguei para essas pessoas da equipe, que me pediu desculpas e me deixou em paz .

Quais s√£o as novidades da EXPOCRISTO para esse ano?

Continuamos na mesma vis√£o, desde o inicio de apoiar miss√Ķes, artistas independentes, ONGs, fazermos evangel√≠smo, al√©m de claro: trabalhar bastante para aben√ßoar as empresas que confiam em nosso trabalho. Por causa desta crise, estamos fazendo parcelamento em 12 vezes no cart√£o de cr√©dito, este ano vamos fazer a campanha de doa√ß√£o de medula √≥ssea, pretendemos bater records de doa√ß√£o e estamos pedindo as empresas que fa√ßam bastante promo√ß√Ķes, estamos trazendo para pregar os Pastores: Dr Silmar coelho, Jorge Linhares, Marcus Greg√≥rio, Os√©ias Gomes, Thiago Coelho, Sergio de Castro e Pr Marco Feliciano, al√©m de mais de 30 minist√©rios, entre eles Toque no Altar, Cristina Mel , Crhis Duran e muitos outros tamb√©m de renome. A feira tem movimento cultural de manh√£ at√© as 23 horas, quanto a entrada, at√© as 16 horas √© franca - trazendo um alimento - ap√≥s esse hor√°rio cutar√° R$ 5 reais, incentivando caravanas de outros estados, e do interior do Paran√°. O estacionamento ser√° gratuito, pastores e lojistas tem crach√°s.

Algum recado para os visitantes, expositores e organizadores da ExpoCrist√£ e/ou ExpoCristo?

Deus √© quem manda em nossos minist√©rios e Deus √© bom e justo, devemos fazer de nossas empresas e minist√©rios, uma poderosa arma de evangelismos e sermos fi√©is a Deus, se isso n√£o acontecer estamos fadados ao fracasso, tem muita empresa falindo porque n√£o √© fiel, anda com suas pr√≥prias for√ßas, insiste em a√ß√Ķes que n√£o agradam a Deus. Para usarmos o nome de Jesus Cristo devemos seguir os seus passos, sempre quando vamos tomar uma atitude devemos nos perguntar se ela agrada a Deus, se n√£o agrada a Ele ent√£o jamais nos far√° bem, aos visitantes que venham conhecer nossa humilde feira que ano passado reuni√£o cerca de 50 mil pessoas, de todos os cantos do Brasil, e curtir o inverno desta cidade maravilhosa, tur√≠stica que √© Curitiba. E para os organizadores da Expo Crist√£, ‚Äú √© importante que homens de Deus vivam em uni√£o‚ÄĚ e que fiquei feliz por estar tudo acabado, porque ficava muito triste em n√£o poder explicar que n√£o nos aproveitamos deles n√£o, e que oramos e declaramos que todas as feiras do Brasil e do mundo pertencem ao senhor Jesus e n√≥s que resolvemos coordenar esses eventos somos servos para aben√ßoar minist√©rios, empresas e fazer a vontade do Senhor. Pode ser muito espiritual isso que digo, mas √© assim que acredito ter que ser uma empresa que usa o NOME DE DEUS PARA TER SEUS GANHOS.

Fonte: Gospel + e GNoticias