FG News: Serra canta em feira cristã: "Com fé em Deus, vai dar tudo certo"

Postado em: 08-09-2010 José Serra participou nesta terça-feira da abertura da Expo Cristã. O candidato tucano professou sua fé em Cristo.

O candidato do PSDB √† presid√™ncia da Rep√ļblica, Jos√© Serra, aproveitou presen√ßa de milhares de pessoas na Expocrist√£, uma feira voltada para assuntos religiosos, hoje no Expo Center Norte, em S√£o Paulo, e cantou ao microfone, acompanhado por um saxofonista de um grupo Gospel que se apresentava na mostra:

- Vai dar tudo certo, vai dar tudo certo, se a gente colocar a fé em Deus - cantou Serra na feira.

Em entrevista aos jornalistas durante a caminhada na feira religiosa, Serra voltou a falar do vazamento de dados de tucanos e inclusive de sua filha Ver√īnica Serra, dizendo que houve um crime contra a Constitui√ß√£o e de uso do governo para fins eleitorais.

-Tenho falado todos os dias sobre esse assunto há uma semana. O presidente do meu partido (Sérgio Guerra) vai continuar tratando do tema. A gente volta a falar sobre esse tema que, com toda certeza, é importante, porque se trata de crime contra a Constituição e de utilização do governo para fins de natureza político-partidária e eleitoral - disse Serra.

O tucano apelou para Jesus para dizer que esperava que "a Justiça e a verdade" apareçam nesta eleição.

-Jesus é a verdade e a Justiça. E a verdade e a Justiça fazem bem ao povo e fariam bem na política. Chega de enganação e mentira. A verdade e a Justiça é que o povo deseja - disse Serra.

O candidato tucano professou sua fé em Cristo.

-Tem que ter valores de Cristo. Valores de Cristo são os meus valores. Eu não sou cristão de boca de urna para agradar eleitores, conquistar votos e no dia seguinte esquecer o assunto. Eu sou cristão por convicção. Eu pratico o cristianismo na minha vida pessoal e vida política - disse Serra.

Ele disse que se for eleito vai convocar a Igreja Católica e as vertentes da Igreja Evangélica para implantarem projetos de reabilitação das pessoas com deficiência e dependentes quimicos.

Fonte: O Globo