Tecnologia: Amazon e Google acusadas de quebra de patente

Postado em: 14-03-2011 A√ß√£o visa provar que os recursos de autocompletar e de mostrar sugest√Ķes em caixas de busca eram usadas desde 2004.

A empresa desenvolvedora de software MasterObjects move uma a√ß√£o contra a Amazon e a Google por quebra de patente usada supostamente nos recursos autocompletar e o que apresenta sugest√Ķes de termos enquanto o usu√°rio os digita nas caixas de busca.

A patente foi concedida √† MatserObjects em meados de 2010. Na a√ß√£o, a empresa afirma vender solu√ß√Ķes que usam esses tipos de recursos desde 2004, mesmo ano em que requereu a patente.

De acordo com a MatserObjects, a Amazon deu in√≠cio √† quebra da patente em 2008, quando introduziu o recurso ‚Äúsearch suggest‚ÄĚ. O mecanismo prev√™ a palavra digitada e expande uma caixa com v√°rias sugest√Ķes (da√≠ o nome) para autocompletar o termo pesquisado. Igual acontece em buscas no Google.

Este, aliás, também entrou na lista de acusados de usar uma solução desenvolvida pela MasterObjetcs.

Vários outros sites lançam mão de tecnologia semelhante, entre eles o Bing, da Microsoft e a ferramenta de busca da Yahoo!. Procurada, a MasterObjects não comentou se iria incluir essas empresas na ação.

Fonte: IDG Now