FG News: Culto de encerramento reúne 20 mil evangélicos

Postado em: 21-06-2011 Foi o culto de encerramento das comemorações dos 100 anos da Assembleia de Deus.

Cerca de 20 mil evangélicos participaram do culto de encerramento das comemorações dos 100 anos da Assembleia de Deus, realizado no Centro de Convenções “Centenário da Assembleia de Deus”, na Augusto Montenegro. O culto foi comandado pelo pastor Samuel Câmara, presidente da Assembleia em Belém, e teve a participação do Grupo Celebrai e das cantoras Alessandra Prado e Mary Monteiro, entre outras atrações.

Samuel Câmara avaliou como o momento mais marcante das comemorações as celebrações no Estádio Mangueirão, no sábado (18), dia da fundação da igreja, lembrando que às 15h o estádio teve que ser fechado por causa da lotação. “Deus escolheu esse tempo para sacudir, despertar a Igreja para a Igreja avançar”, avaliou o pastor.

Em meio ao culto, ele lançou uma campanha para modernizar a TV Boas Novas que transmitiu ao vivo toda a programação do Centenário para 22 capitais e 90 cidades do país. Samuel Câmara disse que “é um desafio para o povo evangélico usar a tecnologia da TV como instrumento de evangelização para servir Jesus melhor e dar aos jovens uma opção de fé e responsabilidade moral e religiosa”.

HONRA

Para o encarregado de obras, Elvis Oliveira, 41, a festa do Centenário “foi uma benção que marca o Pará”. Ivaneide Araújo Almeida, 31, mulher dele, disse que foi “uma honra muito grande para os paraenses. Foi maravilhoso”.

O pastor Moisés Vicente da Silva, 54, que veio de Marabá especialmente para a festa, disse que o evento “de alguma maneira traz uma esperança maior”. O pastor Sérgio Vieira, 35, veio de Minas Gerais. Segundo ele, “foi a maior e melhor apresentação que vi até hoje e vai ficar na minha lembrança e na lembrança de todos os evangélicos para sempre”.

CUSTOS

O Centenário da Assembleia de Deus custou cerca de R$ 25 milhões, incluindo a construção do Centro de Convenções que tem 13 mil metros quadrados. A programação teve início na última quinta-feira (16), com a inauguração dos três símbolos que marcaram o evento: o Museu da Assembleia de Deus, na rua João Diogo; a avenida Centenário (antiga Dalcídio Jurandir); e a inauguração do Centro de Convenções.

Durante os cinco dias da programação, houve cultos e louvores no Estádio Baenão e no Mangueirão, sempre com lotação completa. Foi feita ainda uma representação da chegada dos suecos Gunnar Vingren e Daniel Berg, que fundaram a Assembleia no dia 18 de junho de 1911, em Belém. Anteontem, foi realizado o batismo de duas mil pessoas que se converteram à Assembleia de Deus. A ação foi realizada na Praia Grande, em Outeiro.

A Assembleia de Deus está presente em 176 países. Somente no Pará existem 4.500 templos.

Fonte: Diário do Pará