Ci√™ncia & Sa√ļde: Anvisa pro√≠be venda de produto para emagrecer oferecido em site

Postado em: 06-07-2011 A Ag√™ncia Nacional de Vigil√Ęncia Sanit√°ria (Anvisa) deve publicar hoje no Di√°rio Oficial a suspens√£o da propaganda e da venda de DietMax no Brasil. Trata-se de um produto para emagrecer vendido pela internet que se autodenomina fitoter√°pico e promete perda de peso r√°pida e de forma natural.

Segundo a Anvisa, o produto é ilegal e não possui registro - todo fitoterápico precisa do aval da agência. Ele é vendido no país desde abril e diz que a pessoa pode perder até 11 quilos em quatro semanas. Em uma das propagandas divulgadas no Facebook, o DietMax usa imagens da cantora Ivete Sangalo e da atriz Juliana Paes, dizendo que elas perderam 15 quilos após usarem o produto.

Ambas negam terem usado o emagrecedor e não autorizaram o uso da imagem. Ivete acionou advogados e postou uma mensagem no Twitter para alertar os fãs. Juliana estuda providências.

Segundo Ricardo Guimarães, representante de vendas no Brasil, o DietMax é composto por psyllium, quitosana, biotina, gelatina e glicerina umectante. "A quitosana tem a capacidade de eliminar os adipócitos (células de gordura), o psyllium auxilia na moderação do apetite", diz. Sobre a propaganda no Facebook, ele diz que a empresa tem um programa de afiliados que divulgam o produto conforme as leis, responsabilizando-se por suas páginas.

A endocrinologista Gláucia Carneiro, do ambulatório de obesidade da Unifesp, diz que nenhum desses compostos é capaz de atuar no emagrecimento. "Se existisse algum produto que eliminasse os adipócitos, seria a cura da obesidade no mundo", afirma.

Centenas de mulheres compraram o DietMax, segundo depoimentos em blogs. Nem todas est√£o satisfeitas. No site Reclame Aqui h√° cerca de 50 reclama√ß√Ķes de que o produto n√£o chegou ou foi entregue sem nota fiscal.

Fonte: UOL