FG News: Papa Bento XVI confessa que, à noite, prefere dormir a rezar

Postado em: 27-02-2007 O papa Bento XVI confessou recentemente uma debilidade: durante a noite, ele não consegue rezar, pois tem vontade de dormir. A confissão ocorreu durante uma cerimônia tradicional no início da Quaresma.

É neste período litúrgico que se estende entre o carnaval e a Páscoa -, quando o papa responde a uma série de perguntas dos párocos e do clero da diocese de Roma.

Ao responder sobre como conciliar as obrigações espirituais e pastorais, Bento XVI disse que “os Evangelhos falam para trabalhar de dia e orar de noite. Mas eu tenho uma dificuldade: de noite não posso rezar, porque quero dormir”.

A fala de Bento XVI arrancou risos dos presentes. Na seqüencia, o papa emendou que “são coisas mais fáceis de dizer do que de fazer, mas de qualquer maneira é realmente necessário um pouco de tempo livre para o Senhor”.

Visita russa

O papa vai receber no Vaticano a visita do presidente russo, Vladimir Putin, no dia 13 de março, informou a agência Asianews, citando “fontes ortodoxas não oficiais”.

A visita, que ainda não foi confirmada pelas autoridades eclesiásticas, será a terceira de Putin à Santa Sé, e a primeira durante o pontificado de Bento XVI.

A visita do presidente russo simbolizaria sua vontade de promover uma aproximação entre o Vaticano e a Igreja Ortodoxa da Rússia. Um alto prelado ortodoxo poderia fazer parte da delegação russa. Em julho de 2006, Putin ajudou na realização de um encontro ecumênico com numerosos representantes ortodoxos e católicos.

Segundo a agência, não está previsto um convite para que o papa visite a Rússia. O patriarca de Moscou já bloqueou anteriormente uma visita papal, alegando que o Vaticano tem “uma atitude proselitista frente a uma população tradicionalmente ortodoxa.

Fonte: Estadão