Tecnologia: Aumentam as vendas de filmes com código anticópia

Postado em: 28-02-2012 Cerca de 800 mil usuários nos EUA já adquiriram o hábito de comprar ou alugar filmes com código antipirataria. A constatação é de uma pesquisa divulgada neste fim de semana pela empresa IHS Screen Digest, especializada no mercado de entretenimento.

Os t√≠tulos citados foram vendidos com o c√≥digo de prote√ß√£o UltraViolet (UV), criado pelos est√ļdios de Hollywood para viabilizar a distribui√ß√£o de c√≥pias digitais.

Pelos dados divulgados, desde outubro, quando os primeiros filmes com UV come√ßaram a ser distribu√≠dos, j√° foram registradas mais de 1 milh√£o de c√≥pias autorizadas. O c√≥digo permite que cada usu√°rio fa√ßa uma c√≥pia do filme para uso particular, seja a partir de um disco Blu-ray ou de um arquivo digital transmitido pela internet. No entanto, cada est√ļdio consegue rastrear essa c√≥pia, de modo que fica f√°cil monitorar o comportamento do consumidor.

"Pode n√£o parecer muito, considerando que foram vendidos mais de 504 milh√Ķes de discos em 2011", comentou Tom Adams, diretor da IHS. "No entanto, calculamos que em todo o ano foram vendidos apenas 19 milh√Ķes de filmes atrav√©s de servi√ßos como iTunes, Xbox Live e Vudu. Ou seja, se a popula√ß√£o continuar acreditando no conceito UV ser√° poss√≠vel vender mais filmes".

Segundo Adams, a venda direta ao consumidor (sell-through) representa hoje apenas uma pequena porcentagem da receita dos est√ļdios, baseada na negocia√ß√£o com grandes redes de lojas e videolocadoras virtuais, como Netflix e Blockbuster Online. Estas ficam com a maior parte do lucro. O projeto UltraViolet √© uma tentativa de reverter esse quadro: o usu√°rio pode fazer uma c√≥pia pessoal do filme e assisti-la em at√© 12 aparelhos diferentes.

Fonte: Home Media Magazine