FG News: Bento 16 foi o papa mais fraco da história da Igreja Católica, diz jornalista alemão

Postado em: 12-03-2013 Foi o que disse Andreas Englisch, correspondente alemão no Vaticano e autor de "O homem que não queria ser papa", da editora Universo dos Livros, durante uma entrevista concedia com exclusividade ao UOL,

A fraqueza do papado de Bento 16, segundo Englisch, foi caracterizada por sua falta de poder na Santa Sé. "Ele permitiu que o secretário de Estado tomasse todas as decisões políticas. Mesmo durante a grande crise com a chanceler alemã, Angela Merkel, o secretário de Estado nem sequer pediu sua opinião, tampouco o informou antes de enviar uma mensagem dura em seu nome", conta.

Para ele, o erro começou na própria eleição de Bento 16. "Eleger um papa que disse claramente que nunca havia desejado ser pontífice foi definitivamente um risco", afirma Englisch. "Tinha certeza de que seria um papado muito difícil no momento Ratzinger descreveu sua eleição como sua execução."

Mas, para que o erro de 2005 não seja repetido na eleição do sucessor de Bento 16, Englisch diz ser necessário que os cardeais escolham um candidatado que realmente deseja fazer o trabalho de um "papa".

Na entrevista, Englisch também falou sobre os erros de Bento 16, assim como sobre sua solidão e uma suposta conspiração contra o pontífice que vinha da própria Cúria Romana. Ele diz ainda que este é o momento da eleição de um "papa sul-americano", como alternativa para o rompimento da perda massiva de fiéis na América Latina, e aponta o cardeal brasileiro Odilo Scherer como seu candidato favorito.

Fonte: UOL