Ci√™ncia & Sa√ļde: Cientistas querem provocar sistema imunol√≥gico a atacar c√Ęncer

Postado em: 19-08-2013 Uma equipe de cientistas americanos do Hospital Infantil da Filad√©lfia descobriu uma forma de provocar o sistema imunol√≥gico a atacar c√©lulas de tecidos do corpo e ajudar no combate ao c√Ęncer.

O sistema imunológico é delicadamente equilibrado para atacar invasores e não combater os próprios tecidos do corpo.

Assim, existem muitas doen√ßas autoimunes, tais como a diabetes do tipo 1 e a esclerose m√ļltipla, que ocorrem quando o sistema imunol√≥gico ataca e destr√≥i tecidos saud√°veis do corpo por engano.

Imunoterapia

Pesquisas feitas com c√©lulas T, que ajudam na produ√ß√£o de anticorpos no organismo, t√™m sido bastante populares na √°rea de estudos do c√Ęncer e de doen√ßas autoimunes.

As células T fazem parte do sistema imunológico, e ajudam a equilibrá-lo impedindo que ataque o próprio corpo.

Os pesquisadores procuraram interromper a função da célula T, com a intenção de deixar o sistema imunológico atacar células cancerígenas.

Wayne Hancock, um dos pesquisadores envolvidos no estudo, disse: "N√≥s precisamos encontrar uma maneira de reduzir a fun√ß√£o da c√©lula T de forma que ela permita uma atividade antitumoral, mas sem rea√ß√Ķes autoimunes."

Pesquisa promissora

Os pesquisadores criaram camundongos que não tinham a química necessária para fazer as células T trabalharem de forma eficaz - e por isso elas não impediam um ataque do sistema imunológico a tecidos do corpo.

Para confirmar o experimento, os cientistas usaram uma droga que produziu o mesmo efeito em ratos normais.

Em ambos os testes, a mudan√ßa no sistema imunol√≥gico restringiu o crescimento de um tipo de c√Ęncer de pulm√£o.

"O estudo abre as portas para uma nova forma de imunoterapia para o combate ao c√Ęncer", disse Hancock.

No entanto, ainda h√° um longo caminho a ser percorrido para o tratamento de pacientes com c√Ęncer. Outros testes ser√£o necess√°rios para ver se os mesmos procedimentos podem ser usados no sistema imunol√≥gico humano, antes de testes cl√≠nicos.

Emma Smith, do Cancer Research UK, disse: "Colocar o poder do nosso sistema imunol√≥gico contra o c√Ęncer √© um campo promissor de pesquisa, e algo que cientistas do mundo todos est√£o estudando."

"Estes resultados s√£o mais um passo para o desenvolvimento de novos tratamentos que agem dessa forma, mas a pesquisa ainda est√° em fase inicial, e ainda n√£o sabemos se essa abordagem ser√° segura ou eficaz em humanos," concluiu Smith.

Fonte: BBC Brasil