FG News: Presidente russo proíbe protestos contra lei anti-gay nos Jogos de Inverno

Postado em: 23-08-2013 A R√ļssia, est√° sendo alvo de cr√≠ticas e protestos contra a rec√©m-aprovada lei contra a 'propaganda gay' no pa√≠s.

O presidente russo Vladimir Putin proibiu qualquer reuni√£o ou manifesta√ß√£o durante os Jogos Ol√≠mpicos de Inverno de Sochi, que devem acontecer entre os dias 7 e 23 de fevereiro de 2014, √†s margens do Mar Negro, segundo um decreto publicado nesta sexta-feira. A proibi√ß√£o foi determinada em momento delicado para R√ļssia, que √© alvo de cr√≠ticas e protestos contra a rec√©m-aprovada lei contra a 'propaganda gay' no pa√≠s.

De acordo com um decreto presidencial de 19 de agosto e publicado nesta sexta no jornal oficial Rossiiskaia Gazeta, "reuni√Ķes, manifesta√ß√Ķes, congrega√ß√Ķes e passeatas (...) n√£o relacionadas com o desenvolvimento dos Jogos Ol√≠mpicos e previstas para entre 7 de janeiro e 21 de mar√ßo nas √°reas onde ser√£o aplicadas medidas de seguran√ßa refor√ßadas acontecer√£o em outro momento".

O decreto pro√≠be, de fato, qualquer reuni√£o durante as Olimp√≠adas de Inverno perto das instala√ß√Ķes da competi√ß√£o.

A pouco menos de seis meses da cerim√īnia de abertura dos Jogos Ol√≠mpicos de Sochi, a R√ļssia √© alvo de cr√≠ticas, especialmente de organiza√ß√Ķes n√£o-governamentais que militam pelos direitos dos homossexuais que pedem o boicote aos Jogos Ol√≠mpicos de 2014 para protestar contra a lei "anti-gay".

Putin aprovou em junho uma lei controversa que pune a "propaganda" homossexual em frente a menores de idade, um texto considerado discriminatório pelos defensores dos direitos humanos.

A organiza√ß√£o HRW acusou as autoridades russas de "assediar defensores de direitos humanos e jornalistas" que denunciam as viola√ß√Ķes de direitos durante os preparativos para os Jogos de Sochi, uma regi√£o entre o Mar Negro e as montanhas do C√°ucaso.

Fonte: AFP