FG News: Jornalista defende Feliciano e condena beijo gay durante culto

Postado em: 19-09-2013 "As meninas erraram o foro. O culto religioso √© a casa de Deus‚ÄĚ, afirmou a apresentadora do SBT Brasil, Rachel Sheherazade.

A apresentadora do SBT Brasil Rachel Sheherazade voltou a defender o pastor Marco Feliciano nesta quarta (18).

Em mais uma de suas an√°lises sobre acontecimentos do momento, no quadro ‚ÄúOpini√£o‚ÄĚ, ela falou sobre o protesto com beijo gay durante o Glorifica Litoral, no √ļltimo domingo. O culto tinha como pregador o pastor Feliciano, que pediu a pris√£o das jovens.

‚ÄúIsso aqui n√£o √© a casa da m√£e joana, √© a casa de Deus‚ÄĚ, disse Feliciano. A pol√≠cia tirou as duas do meio da multid√£o de evang√©licos que participava do evento. Joana Palhares e sua namorada, Yunka Mihura, n√£o se conformaram. Alegam que foram agredidas pelos policias e anunciaram que pretendem processar o deputado.

O caso teve grande repercuss√£o entre os evang√©licos. O pastor Marco Feliciano desabafou no Twitter dizendo que s√≥ ‚Äúfazem isso contra evang√©licos porque somos pacatos, de paz‚Ķ‚ÄĚ. Silas Malafaia tamb√©m criticou a atitude das ativistas e disse que as jovens mereciam ser presas.

A opini√£o de Shererazade foi muito comentada nas redes sociais na noite de hoje. Em outras ocasi√Ķes ela j√° deixou claro que n√£o v√™ problemas em ser criticada por ter uma postura diferente da imprensa em geral. ‚ÄúNem todo conservadorismo √© ruim. √Č diferente de ser retr√≥grado.‚ÄĚ

Em outras ocasi√Ķes, disse que os ateus ‚Äún√£o sabem o que dizem‚ÄĚ e chamou de ‚Äúintolerantes‚ÄĚ os defensores do Estado laico, mas tamb√©m j√° denunciou falsos profetas que vendem prosperidade nas igrejas. A jornalista sempre defendeu a liberdade religiosa e de pensamento, como a pr√≥pria Constitui√ß√£o Federal garante aos brasileiros.

Seu coment√°rio no quadro de hoje foi:

“Há muita confusão ou desinformação quando se discute a liberdade de expressão. Como qualquer outra garantia constitucional, não é um direito ilimitado, nem, em nome dela, pode-se atropelar outros direitos como a liberdade religiosa e a proteção aos locais de culto e suas liturgias.

Liberdade de expressão não é salvo conduto para o desrespeito. Não garante o direito de afrontar, insultar, ofender…

Se nas ruas, o beijo entre duas mulheres (ou entre dois homens) j√° n√£o ofende a moral p√ļblica, num culto religioso ainda √© afronta, irrever√™ncia.

H√° dois mil anos, Cristo n√£o tolerou os vendilh√Ķes no templo, e os expulsou, ensinando que h√° hora e lugar para tudo. Inclusive para os protestos.

As meninas erraram o foro. Deveriam ter se manifestado na C√Ęmara Federal, que √© a casa dos deputados. O culto religioso √© a casa de Deus‚ÄĚ.


Assista:




Fonte: Gospel Prime