FG News: Empresas lucram alto com visita do Papa ao Brasil

Postado em: 23-04-2007 A visita do Papa Bento XVI ao Brasil vai durar só três dias, mas muitas empresas estão multiplicando os lucros com a expectativa da chegada do pontífice. Assuntos ligados à Igreja Católica e também ao Frei Galvão se tornaram bons negócios nessas semanas que antecedem a chegada de Bento XVI.

Uma fábrica de imagens de Frei Galvão espera multiplicar por dez a produção de imagens, enquanto uma editora de livros investiu R$ 200 mil na edição de quatro obras: três sobre Frei Galvão e uma com textos do Papa Bento XVI. A empresa espera recuperar a maior parte do investimento nas próximas semanas.

A Prefeitura de S√£o Paulo tamb√©m vai lucrar alto com a vinda do papa. Os dias da visita devem trazer R$ 60 milh√Ķes √† cidade, que deve receber 1,5 milh√£o de turistas, entre eles muitos estrangeiros. A cidade calcula que a vinda de Bento XVI deve gerar 1.000 empregos tempor√°rios no munic√≠pio.

Mercado religioso

Apesar da informalidade de parte do comércio e do receio do clero de associar o catolicismo a uma forma de religiosidade "mercantilista", os especialistas afirmam que há uma crescente profissionalização do segmento.

Segundo o o consultor de marketing cat√≥lico, Antonio Miguel Kater Filho, a presen√ßa dos cat√≥licos nos meios de comunica√ß√£o e a profissionaliza√ß√£o da atividade industrial se desenvolveram profissionalmente na √ļltima d√©cada.

‚ÄúA qualidade dos produtos religiosos at√© 10 anos atr√°s ficava muito aqu√©m da expectativa dos fi√©is‚ÄĚ, disse. ‚ÄúA necessidade fez que a Igreja adotasse o marketing em todos os sentidos, n√£o s√≥ na comercializa√ß√£o, mas na visibilidade da religi√£o na sociedade e na utiliza√ß√£o correta dos meios de comunica√ß√£o‚ÄĚ, comenta.

Fonte: G1