Ci√™ncia & Sa√ļde: √Āgua sanit√°ria poderia curar doen√ßas de pele, diz pesquisa

Postado em: 18-11-2013 Tomar banho com água sanitária diluída poderia ajudar a tratar algumas doenças da pele e até retardar o envelhecimento, sugeriu um novo estudo conduzido por pesquisadores americanos.

A descoberta, publicada na revista científica Journal of Clinical Investigation, foi feita por uma equipe da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos.

Segundo os cientistas, a √°gua sanit√°ria dilu√≠da poderia tratar dermatites causadas por radioterapia, al√©m de necroses e √ļlceras.

Os pesquisadores, no entanto, alertaram aos pacientes que n√£o apliquem o produto diretamente sobre a pele. Ainda n√£o foram feitos testes em humanos.

Eles ainda ressaltaram que a água sanitária também poderia interferir no sistema imunológico do paciente.

Banhos com at√© 0,005% da subst√Ęncia j√° podem ser usados para o tratamento de eczemas, mas ainda h√° incertezas sobre se o procedimento √© totalmente eficaz.

Banho simples

Testes iniciais em c√©lulas da pele mostraram que doses baixas de √°gua sanit√°ria poderiam bloquear a subst√Ęncia qu√≠mica que desencadeia a resposta inflamat√≥ria do sistema imunol√≥gico.

Nos experimentos feitos em ratos, os banhos com o produto conseguiram reduzir o dano causado pela exposição à radiação.

A radioterapia, tratamento comum em pacientes com c√Ęncer, destr√≥i o tumor, mas tamb√©m pode deixar de hematomas na pele a queimaduras.

"Nós mostramos que um simples banho melhora os efeitos desagradáveis dos danos causados pela radiação", afirmou à BBC o dermatologista Thomas Leung.

Leung disse que a subst√Ęncia tamb√©m poderia ser usada para o tratamento de outras doen√ßas inflamat√≥rias da pele, como √ļlceras diab√©ticas ou necroses.

"Ainda h√° muito o que se estudar sobre esse tratamento e esperamos poder test√°-lo em humanos em breve", afirmou Leung.

Potencial

Outros experimentos em ratos velhos também indicaram que a água sanitária poderia rejuvenescer a pele.

Após duas semanas de banhos com o produto, os animais desenvolveram uma pele mais grossa e mostraram sinais de que estavam produzindo mais células da pele.

No entanto, isso foi observado apenas pelo microscópio. Sem a ajuda do aparelho, os ratos não pareciam mais jovens.

Graham Johnston, da Associa√ß√£o Brit√Ęnica de Dermatologistas, disse que problemas de inflama√ß√Ķes na pele s√£o "extremamente comuns".

"Apesar de banhos de água sanitária diluída não serem comumente usados no Reino Unido, essa pesquisa abre a possibilidade de novos tratamentos clínicos no futuro."

"No entanto, é importante ressaltar que esse estudo é apenas o começo, e embora a ciência acerte em muitos casos, os testes ainda precisam ser realizados em seres humanos."

"Por isso, n√£o recomendo que pacientes com problemas de pele tomem banho de √°gua sanit√°ria. Muitas vezes, recebo pacientes com rea√ß√Ķes graves at√© mesmo a alvejantes leves", alertou.

Fonte: BBC Brasil