FG News: Católicos denunciam perseguição religiosa em cidade da Paraíba

Postado em: 04-06-2014 Padre lamentou a destruição da imagem de de uma santa católica por algumas pessoas do segmento evangélico.

O padre Querino Pedro, administrador da Paróquia de Santo Afonso, na cidade paraibana de Carrapateira, lamentou, nesta quarta-feira (3), a destruição da imagem de Nossa Senhora por algumas pessoas do segmento evangélico. "Urinaram em cima, jogaram gasolina e queimaram a imagem de Nossa Senhora. Isso tudo seguido de gritos que afirmavam que os católicos estão condenados ao inferno", lastimou o padre.

Imagem redimensionadaO religioso destacou ainda a preocupação das mães frequentadoras da paróquia, pois, segundo ele, as crianças estão sendo verbalmente agredidas e submetidas a uma espécie de lixamento moral por serem seguidoras do catolicismo.

De acordo com o padre, essas declarações, supostamente feitas por evangélicos, está deixando os católicos constrangidos e as crianças amedrontadas. Querino denunciou ainda atos de vandalismo contra a paróquia. "Estão pixando as paredes da nossa igreja com palavrões e chamando a nós, católicos, de baratas pretas".

Essas pessoas, segundo o padre, estão agindo a mando de Luiz Lourenço, conhecido popularmente como "Pastor Poroca".

O evangélico ganhou fama pelas fortes críticas à Igreja Católica e à união afetiva entre pessoas do mesmo sexo. Em sua última aparição pública, o pastor teria dito que a bíblia condena os que adoram imagens de esculturas, prática comum no segmento católico. "Eu publico a verdade, quem adora imagens de esculturas irá queimar nos caldeirões do inferno", disse Poroca.

Fonte: SRZD