Ci√™ncia & Sa√ļde: Exerc√≠cios f√≠sicos podem aumentar contagem e qualidade do espermatozoide, diz pesquisa

Postado em: 08-12-2016 Imagem redimensionada

Praticar atividade f√≠sica regularmente traz uma s√©rie de benef√≠cios. E, no caso dos homens, fazer pelo menos meia hora de exerc√≠cio tr√™s vezes por semana pode aumentar tamb√©m a contagem de esperma. √Č o que mostra um estudo publicado na revista cient√≠fica brit√Ęnica Reproduction.

De acordo com a pesquisa, homens que começaram a correr regularmente apresentaram um aumento de espermatozoides saudáveis. O crescimento foi temporário e começou a diminuir dentro de um mês, quando os participantes do experimento pararam de correr na esteira.

Mas, segundo os especialistas, é importante encontrar o equilíbrio certo, uma vez que exercício em excesso também pode prejudicar a produção de esperma. Estudos realizados anteriormente já relacionaram a prática de esportes competitivos, como ciclismo, com a diminuição da qualidade do espermatozoide.

Efeitos positivos

Os 261 homens que participaram da pesquisa eram saud√°veis, adotavam um estilo de vida sedent√°rio e n√£o apresentavam problemas de fertilidade - sua contagem de espermatozoides era normal, assim como a qualidade dos mesmos.

Durante o experimento, que levou 24 semanas, eles foram divididos em quatro grupo de estudo:

- Sem exercício

- Tr√™s sess√Ķes por semana de treinamento de alta intensidade (10 explos√Ķes de um minuto de corrida muito r√°pida com um curto per√≠odo de recupera√ß√£o entre cada ataque)

- Tr√™s sess√Ķes por semana de exerc√≠cio moderado (30 minutos na esteira)

- Tr√™s sess√Ķes por semana de exerc√≠cio intenso (cerca de uma hora na esteira)

Os integrantes dos três grupos que praticaram exercício perderam peso e apresentaram resultados melhores nos testes de esperma do que aqueles que se mantiveram sedentários.

A quantidade e a qualidade do espermatozoide aumentaram com o treinamento, sendo a prática de exercício moderado a que trouxe mais benefícios.

Os pesquisadores acreditam que pelo menos parte do resultado pode ser atribuído à redução do excesso de peso - todos os participantes dos três grupos perderam gordura corporal.
Estudos realizados anteriormente já mostraram que a obesidade pode diminuir a fertilidade masculina. Um terço dos integrantes de cada grupo estava acima do peso.

Aumento da fertilidade?

O que não está claro ainda é se esse estímulo se traduz em aumento da fertilidade. Isso é algo que os pesquisadores pretendem analisar no laboratório, verificando se as mudanças induzidas pelo exercício afetam também o potencial do espermatozoide fertilizar o óvulo.

"Nossos resultados mostram que fazer exercício pode ser uma estratégia simples, barata e eficaz para melhorar a qualidade do esperma de homens sedentários", diz o pesquisador Behzad Hajizadeh Maleki, da Universidade de Úrmia, no Irã, líder do estudo.

"√Č importante reconhecer, no entanto, que a raz√£o pela qual alguns homens n√£o podem ter filhos n√£o est√° relacionada apenas a sua contagem de espermatozoides. Problemas de infertilidade masculina podem ser complexos. Mudar de estilo de vida pode n√£o resolver esses casos facilmente", esclarece.

Allan Pacey, professor de Andrologia na Universidade de Sheffield, no Reino Unido, e porta-voz da British Fertility Society, destaca a necessidade de mais estudos sobre o tema :

"Temos muito pouco conhecimento sobre como o exercício físico pode afetar a fertilidade masculina e a qualidade do espermatozoide, mas essa é uma pergunta feita com frequência pelos homens que desejam aumentar suas chances de ter um filho", diz.

O especialista afirma que é provável que haja um nível ideal de exercício para melhorar a fertilidade masculina, mas lembra que é aconselhável consultar um médico antes de iniciar uma atividade muito intensa.

Dicas

Outras recomenda√ß√Ķes para aumentar a quantidade e a qualidade do esperma incluem:

Manter os testículos arejados - evitar roupas íntimas apertadas e banhos quentes

Evitar infec√ß√Ķes sexualmente transmiss√≠veis

Parar de fumar

Reduzir o consumo de √°lcool

Fonte: BBC Brasil