Tecnologia: Microsoft deve acabar com as atualizações automáticas do Windows 10

Postado em: 30-12-2016

Uma das decisões mais polêmicas da Microsoft com o Windows 10 foi a das atualizações forçadas. A ideia original era manter todos os computadores na mesma versão de software, melhorando a segurança da base de usuários. O problema é que muitas pessoas não querem isso, e a Microsoft finalmente parece ter atendido às reclamações com o próximo grande update do sistema.

Imagem redimensionadaFoi encontrada em uma versão vazada do Creators Update do Windows 10 a possibilidade de adiar em até 35 dias a instalação de um pacote de atualização, o que já ajuda a resolver os maiores problemas envolvidos com a proposta de updates automáticos.

Apesar da boa intenção, a atualização automática por vezes era ativada em momentos inoportunos, quando o usuário precisa usar a máquina, deixando o computador inútil. Em outros casos, a atualização é baixada automaticamente, consumindo banda e deixando a internet lenta.

Mais importante do que isso, no entanto, é o fato de que será possível evitar updates que não foram muito bem desenvolvidos e acabam causando bugs mais sérios no computador. Neste ano, já houve pelo menos dois casos do tipo: uma vez, um patch do Windows inutilizou webcams, e em outra situação usuários tiveram seu acesso à internet cortado. A possibilidade de fugir das atualizações automáticas permite ver se há algum problema sério com o pacote antes de instalá-lo.

Fonte: Olhar Digital