Tecnologia: 'Nenhum computador está seguro', diz presidente dos EUA

Postado em: 03-01-2017

Durante sua festa de Ano-Novo na Flórida, nos Estados Unidos, Donald Trump aproveitou um momento para falar sobre segurança digital. De acordo com o The Verge, o recém eleito presidente dos Estados Unidos disse o seguinte: "Nenhum computador do mundo está segundo. Eu não me importo com o que disserem".

Imagem redimensionadaComo alternativa, o governador de um dos países mais poderosos do mundo sugeriu fazer as coisas "da maneira antiga". "Sabe, se você tiver alguma coisa muito importante [para comunicar], escreva à mão e peça para alguém entregar a mensagem."

A atitude de Trump de temer e ser avesso a tecnologia não é nova. Durante sua campanha, o candidato chegou a prometer que, caso eleito, falaria com Bill Gates sobre a possibilidade de "fechar essa internet", e também opinou recentemente que "computadores complicam muito as nossas vidas".

Se as pessoas soubessem o que aconteceu

Essa não foi a única mensagem de Trump sobre segurança virtual. Na mesma ocasião, o novo presidente dos EUA também aproveitou para falar sobre o fato de a eleição na qual ele foi eleito ter sido influenciada por hackers russos - algo que tanto a CIA quanto o FBI já afirmaram ser verdade.

Trump disse que "sabia muito sobre hackear", e que "isso era algo muito difícil de se provar, então podia ter sido outra pessoa [que hackeou as eleições]". Ele afirmou que tinha um encontro marcado com oficiais de inteligência dos EUA nesta semana, e que discutiria a questão com eles durante essa oportunidade.

Em seguida, ele afirmou também que sabia de "coisas das quais outras pessoas não sabem", e que revelaria elas durante esta semana, na terça ou quarta-feira. O presidente não deu mais indicações sobre quais eram essas informações, ou do motivo pelo qual ele não as divulgaria imediatamente.

Fonte: Olhar Digital