FG News: Obras revelam tĂșmulos de arcebispos de Canterbury em Londres

Postado em: 17-04-2017

Obras em uma antiga igreja de Londres, transformada em um museu, permitiu a descoberta de um tĂșmulo do sĂ©culo XVII com cerca de vinte ataĂșdes, incluidos cinco de arcebispos de Canterbury.

Um dos caixĂ”es identificados Ă© o de Richard Bancroft, arcebispo de Canterbury - primaz da Igreja anglicana - entre 1604 e 1610. Presidiu o comitĂȘ de escritura da BĂ­blia do rei James, uma tradução para o inglĂȘs do Antigo e Novo Testamento publicada em 1611, um ano depois de sua morte.

"Saber que a pessoa que liderou o projeto da bĂ­blia do rei James estĂĄ enterrada aqui Ă© uma descoberta formidĂĄvel. Deperta total interesse", declarou o historiador britĂąnico Wesley Kerr.

A descoberta aconteceu por causa das obras de ampliação do Museu de HistĂłria da Jardinagem (Garden Museum), instalado na igreja da Santa MarĂ­a de Lambeth en Londres, perto da residĂȘncia do arcebispado.

"Todos os arqueĂłlogos de Londres visitaram essa igreja", afirma Christopher Woodward, diretor do museu. "Mas nenhum deles nos assinalou que poderĂ­amos fazer semelhante descoberta".

O fato de que jĂĄ tivessem feito obras na igreja nos anos 1850, com a retirada de centenas de ataĂșdes, tornava improvĂĄvel uma nova descoberta, explicou.

Entre os féretros encontrados, dois tinham placas nominativas: o de Bancroft e o de John Moore, arcebispo de Canterbury entre 1783 e 1805.

Os registros da Igreja tambĂ©m permitiram revelar a presença de outros trĂȘs arcebispos enterrados noa cripta: Thomas Tenison (primaz da Igreja anglicana entre 1695 e 1715), Matthew Hutton (entre 1757 e 1758) e Frederick Cornwallis (entre 1768 e 1783).

Fonte: AFP